Momento ideal da intubação e prognóstico dos doentes

Intubação orotraqueal

Olá, laringoscopista. 

A Intubação Orotraqueal (IOT) é um procedimento que tem o objetivo de manter a via aérea de um paciente um paciente grave, muitas vezes hipoxêmico.

Contudo, a realização da IOT depende de vários fatores, pois a intubação sem indicação clara ou a não intubação configuram iatrogenias.

Assim, discute-se atualmente sobre o “golden hour” da Intubação, isto é, o melhor momento para intubar o paciente e, com isso, reduzir a taxa de mortalidade.

Nesse sentido, um estudo — Association between timing of intubation and clinical outcomes of critically ill patients: A meta-analysis — publicado no Journal of Critical Care em outubro de 2022, avaliou a associação do momento da intubação e a mortalidade de pacientes críticos.

O objetivo do estudo foi investigar a associação entre o momento da intubação orotraqueal e os resultados clínicos dos pacientes críticos admitidos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI)

Como o estudo foi realizado? 

– Esse estudo foi uma meta-análise.

– 27 estudos foram incluídos na análise.

– Os estudos envolvendo o COVID-19 foram excluídos.

– O desfecho primário foi a mortalidade por todas as causas.

Resultados

– No total, 5.441 pacientes foram intubados, sendo 11.943 precoces e 3.498 tardios.

– A análise de sensibilidade dos estudos definiu intubação precoce quando o procedimento era realizado em até 24 horas da admissão na UTI.

– A taxa de mortalidade por todas as causas foi de 45,8% no grupo precoce e de 53,5% no grupo tardio.

Conclusão

O estudo relata uma superioridade da intubação orotraqueal precoce, levando-se em conta a associação com uma taxa de mortalidade menor em pacientes críticos.

Para mais detalhes sobre o estudo, clique no link abaixo:

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/35588639/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também encontra no portal CDT